Crianças com problema de visão

As complicações na vista são comuns em crianças em idade escolar e no momento em que não são tratadas, são capazes de prejudicar a aptidão de aprendizado da criança, tal como a sua personalidade e adaptação no colégio, podendo até controlar a participação da criança em atividades, como tocar um instrumento musical ou praticar um esporte.

Assim, a visão da criança é primordial para o seu sucesso na escola, por isso os pais precisam estar atentos a alguns vestígios que são capazes de apontar que a criança possui em algum grau dificuldade de enxergar, como miopia ou astigmatismo, tendo como exemplo.

 

Sinais de problema de visão na criança

Os vestígios que são capazes de apontar que a criança precisa de lente de contato ou óculos são:

– Estar frequentemente sentada em frente à tv ou afixar um livro bastante próximo dos olhos;

– Fechar os olhos ou curvar a cabeça para enxergar melhor;

– Coçar os olhos com frequência;

– Ser sensível à luz ou lacrimejar em exagero;

– Fechar um dos olhos para ver tv, ler ou enxergar melhor;

– Não conseguir ler sem utilizar um dedo para ajudar os olhos e perder-se com facilidade na leitura;

– Se queixar de dores de cabeça recorrentes ou olhos cansados;

– Evitar utilizar o computador visto que faz doer a cabeça ou os olhos;

– Evitar realizar atividades que envolvam a visão de perto ou à distância;

– Ganhar notas mais baixas que o habitual na escola.

Ante esses sinais, os pais precisam direcionar a criança para um oftalmologista para ele realizar um exame de vista, fazer o diagnóstico o problema e aconselhar o tratamento apropriado.

 

Como tratar problemas de visão na criança

O tratamento das complicações de visão na criança, como a miopia ou o astigmatismo, tendo como exemplo, frequentemente é realizado com a utilização de óculos ou lente de contato, de acordo com a dificuldade e o nível de visão da criança.

 

A miopia

A miopia é uma enfermidade que possui uma condição hereditário e que causa a dificuldade em enxergar objetos à distância, fazendo com que a pessoa apresente visão embaçada. Frequentemente, o nível da miopia vai aumentando até cimentar-se próximo dos 30 anos, independente do uso de óculos ou lente de contato, que somente corrigem a ficção embaçada e não curam a burrice.  A miopia possui cura, na maior parte dos casos, por intermédio da intervenção a laser que pode reverter o nível por completo, porém que possui como propósito reduzir a dependência da correção, seja com óculos ou lentes de contato.

A miopia em crianças pequenas, abaixo de 8 anos de idade, pode ser complicada de apurar visto que elas não reclamam, já que é a única maneira de enxergar que conhecem e, além do mais, o “mundo” delas é especialmente de perto. Por causa disso, as crianças precisam ir a uma consulta de cotidiano no oftalmologista, no mínimo, antes de iniciar a pré-escola, especificamente no momento em que os pais também têm miopia.  No momento em que os sinais da miopia, como dores de cabeça ou visão embaçada, voltam a aflorar, o paciente precisa aconselhar-se com o oculista para adaptar a o grau dos óculos ou das lentes.

O tratamento para miopia pode ser realizado com a utilização de óculos ou com lente de contato que vão auxiliar a focalizar os raios de luz, colocando a imagem sobre a retina dos olhos. Entretanto, outra escolha é a cirurgia para miopia que pode ser feita no momento em que o nível se encontra estabilizado e o paciente possui mais de 21 anos. A operação utiliza um laser capaz de moldar a lente natural do olho para que foque as imagens no local certo, diminuindo a necessidade de o paciente usar óculos.